Palmares: Cadê Isabella Vence o I Festival da Canção

Na noite deste domingo (30.06) aconteceu a última etapa do 1° Festival da Canção, promovido pela Prefeitura dos Palmares e Fundação de Cultura Hermilo Borba Filho. O evento marca o resgate dos festivais dos anos 80 e abertura de um novo espaço para os músicos, compositores e intérpretes locais e regionais mostrarem suas composições e trabalhos. Na etapa final deste domingo a canção “Cadê Isabela”, de Luís Adriano Correia da Silva (DRIKO), foi a campeã, conquistando a primeira colocação, seguida por “Aqui só devo a Jah” de Erick Nelson Afonso Ferreira e “Saber amar” de Bonifácio José da Silva (BONI), 2° e 3° lugares, respectivamente.

Foram dez trabalhos selecionados para a Grande Final, todos em alto nível

1 Fica comigo- Eva Luiza de Lima Guerra
2- Saber Amar (José Bonifácio da Silva)
3- Filhos dos Outros (Jardson da Cruz Cirino)
4- Tenho Medo- Rafael Tavares da Silva
5- De janeiro a janeiro (José Adeilton Santos)
6- Pare! Pense! (Valmir Cosmo Silva)
7- Vem (Emilly Marceli Silva dos Santos)
8- Aqui só devo a Jah (Erick Nelson Afonso Ferreira)
9- Cadê Isabella? (Luís Adriano Correia da Silva)
10- Carta aos meus (Julia Beatriz Galdino L. Feitosa).

O Cantor DRIKO que interpretou a música campeã, falou ao BS que: “Cadê Isabella foi escrita para homenagear o nascimento da filha do sanfoneiro Andrezinho Vieira, que é um dos grandes sanfoneiros caruaruenses e que atualmente faz parte da banda de Josildo Sá, mas já tocou com outros grandes nomes do forró. A inspiração se deu quando Andrezinho ao postar uma foto no Instagram com a sua filha recém-nascida, a nossa querida Isabella, usou a expressão “pacotinho de amor” e logo imaginei a cena de um São João inteiro Andrezinho fora de casa tocando nas festas e quando ele chega o povo começa a perguntar pela menina, mas ela está nos braços do pai matando a saudade. O colo do pai é o mesmo em que ele carrega a sanfona, por isso no refrão ele diz “quando eu não toco sanfona eu danço meu forró mais ela.” 

Além da projeção das canções, a Fundação de Cultura Hermilo Borba Filho ainda entregou prêmios de R$ 1.500, R$ 1.000 e R$ 500. O evento ainda contou com shows da Banda Justiceiros do Forró e Zé Linaldo banda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *