Palmares: Farmácia LAFEPE fechou porque Gestão Municipal solicitou desocupação do local de funcionamento, Diz Diretor.

Desde o início do segundo semestre do ano corrente, um assunto recorrente na comunidade palmarense foi sem dúvida o fechamento da Farmácia LAFEPE no centro dos Palmares-PE. Empreendimento este conquistado no terceiro mandato do então Prefeito Francisco de Assis Rodrigues (Chiquinho).

Durante o pleito eleitoral, muitos atribuíram a responsabilidade ao Governador Paulo Câmara que disputava a reeleição, mas para a surpresa do povo Palmarense, na noite desta terça-feira (20), durante sessão ordinária da Câmara de Vereadores dos Palmares, o Vereador Luciano Júnior (PV), usou a tribuna para esclarecer o fato. O mesmo relatou que enviou ofício ao Diretor do LAFEPE pedindo uma explicação sobre o fechamento da Farmácia no município, onde obteve como resposta o ofício n° 236/2018-DPRES, assinado pelo diretor presidente Flávio Gouveia que relatou o seguinte: “no mês de abril do corrente ano fomos notificados pela Secretaria de Saúde do Município dos Palmares para desocupar o imóvel onde funcionava a Farmácia LAFEPE, no prazo de três dias úteis. Como alternativa, nos foi oferecido um espaço na III GERES, entretanto o local não atendia as condições mínimas das NRs 17 e 24, inviabilizando a transferência da farmácia LAFEPE. Diante da situação, ainda conseguimos a prorrogação do prazo de permanência no local por mais 60 dias, após o qual não restou opção senão encerrar as atividades da unidade. “

O Diretor Presidente, encerra o ofício dizendo que o LAFEPE e o Governo do Estado tem pleno interesse interesse em voltar a instalar a Farmácia LAFEPE em Palmares, o mais rápido possível, assim que seja disponibilizado um local adequado.

Mas a grande pergunta é: o que levou o município a solicitar o prédio?

A Redação do BS enviou mensagem de texto ao Secretário de Saúde, com cópia para o Prefeito Altair, mas até o fechamento da matéria não houve manifestação sobre o fato pela gestão municipal.

Assim que houver esclarecimentos por parte das autoridades competentes, estaremos atualizando a publicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *