Bolsonaro retira poderes de Guedes para gerir Orçamento

Por Reuters

No meio do embate com o Congresso, o presidente Jair Bolsonaro resolveu retirar do ministro da Economia, Paulo Guedes, a competência para autorizar remanejamento de créditos orçamentários. O ministério publicou nota nesta terça-feira, 3, afirmando que a mudança veio a pedido do próprio ministro, em função de incertezas geradas pelo Orçamento impositivo. A alteração foi efetivada em despacho do presidente publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União.

Orçamento impositivo foi sancionado no fim do ano passado e, na prática, fixou poderes para os parlamentares indicarem mais despesas públicas de cumprimento obrigatório. Pelo desenho de decreto editado por Bolsonaro em meados de janeiro, caberia a Guedes o papel de autorizar o remanejamento de créditos orçamentários em situações específicas que não demandam nova aprovação de legislação pelo Congresso Nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *